LUTO EM MINAS – Diretor-geral do DER-MG, Fabrício Torres Sampaio morre de COVID-19

3º Seminário de Mobilidade Humana Segura e Sustentável – Rodovias que Perdoam
9 de março de 2021
Serpro anuncia edital para parcerias no segmento de IoT
5 de abril de 2021

LUTO EM MINAS – Diretor-geral do DER-MG, Fabrício Torres Sampaio morre de COVID-19

Formado em engenharia civil pela UFMG, ele chegou a ser secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas

Gabriel Ronan

12/02/2021 20:14 – atualizado 13/02/2021 16:38

(Publicado no Estado de Minas Gerais)

Fabrício Torres Sampaio trabalhava desde os anos 1970 no DER-MG

(foto: Marcelo Metzker/ALMG – 4/4/14)

 

Morreu, nesta sexta-feira (12/2), o diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de rodagem de Minas Gerais (DER-MG), Fabrício Torres Sampaio. Ele é mais uma vítima da COVID-19. Ainda não há detalhes sobre o enterro.

Formado em engenharia civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fabrício teve longa carreira na Secretaria De Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop).

Ele chegou a ser nomeado secretário titular da pasta em 2014, quando Alberto Pinto Coelho Júnior sucedeu a Antônio Anastasia no governo de Minas. Também foi secretário-adjunto da Setop.

No DER-MG, Fabrício iniciou a carreira em 1972. Também foi chefe dos escritórios especiais de obras de Teófilo Otoni, no Vale do Jequitinhonha, e Belo Horizonte.

Foi, ainda, chefe da Assessoria de Planejamento e Coordenação, assessor técnico do diretor-geral, vice-diretor-geral e diretor de Operação de Vias.

Fabrício nasceu em Itabira, na Região Central de Minas Gerais. Em sua carreira acadêmica, o engenheiro chegou a estudar na Inglaterra e na França.

“Dr. Fabrício andava sempre com um mapa debaixo do braço e tinha de pronto a resposta para qualquer pergunta sobre as nossas estradas. Deixará saudades”, escreveu Zema.

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos em Transportes e Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (Sintder/Sinttop) lamentou a morte.

“Dr. Fabrício sempre foi um profissional competente, sério, atento às melhores práticas de engenharia em todos os setores em que trabalhou no Estado de Minas Gerais”, comunicou.

A categoria também pediu a Deus para proteger e confortar os familiares do engenheiro.